My Causes

Gostava de conhecer

Fernando Nobre - Patch Adams - Sebastião Salgado - Steve McCurry


Quinta-feira, 20 de Abril de 2006
Assembleia e a famosa "4ª feira das faltas"
Numa conversa com um blogger veio a lume as tão famosas faltas das 4ª feiras que antecedem a Páscoa cometidas pelos nossos queridos deputados.
Conversa puxa conversa e fui até aqui http://papiro.blogs.sapo.pt/168075.html para ver afinal quantos foram os faltosos.
Uma vergonha!!! Não fazia a menor ideia que o país e os assuntos relativos ao mesmo tinham tanto deputado a borrifar-se para eles.
Nós portugueses realmente reclamamos muito, mas participamos muito pouco da vida política do país. Há sempre uma primeira vez para se começar; há sempre uma forma de se começar.
Pessoalmente resolvi seguir o conselho deste blogger e resolvi ir até aqui http://www.parlamento.pt e averiguar quantos deputados, do meu circulo eleitoral e lá também colocados por mim, se baldaram às suas obrigações – foram 8, e pasmem 2 deles sem mail.
A cartinha já está alinhavada, e claro em todas elas peço para o estimado Sr. deputado fazer o favor de imprimir uma cópia e entregar aos estimados colegas que não têm mail.
Seria muito bom que todos os cidadãos começassem por este gesto, por exemplo, pois a partir daqui será um hábito e até um prazer a participação na vida política.
Para aqueles que são mais calões deixo aqui uma carta tipo. Só terão que preencher os campos que variam de eleitor para eleitor ir até aqui http://www.parlamento.pt  ver o endereço de e-mail dos faltosos e enviar.
 
     
    Ex.mo/a Sr/a. Deputado/a
 
Curiosamente pude comprovar que o/a Sr/a. Deputado/a (nome do faltoso) não marcou presença na Assembleia da República na já famosa "4ª feira das faltas".
 
Bem sabemos que se a votação se tivesse realizado, este facto passaria de lado e ficaria muito longe da zombaria a que tem sido sujeito e digamos... com uma certa justiça.
 
Afinal de contas V. Exa e todos os seus colegas estão no sítio onde estão pela confiança que os eleitores dos diversos círculos eleitorais depositaram.
 
Por isso, dirijo-me a si em concreto já que a "minha cruz" (literalmente falando) foi o voto no (partido em que votou) aqui na/em (localidade em que vota). Não lhe vou pedir que se justifique... apesar de saber que essa era a minha obrigação e certamente o seu dever.
Aqui no/na/em (localidade em que vota) já estamos habituados a que não nos liguem nenhuma mas é natural que fiquemos "tocados" quando são os da própria terra a nos esquecerem... Enfim!
 
Só posso concluir que a/o (localidade em que vota) continua muito bem representada na Assembleia!
Com os melhores cumprimentos
 
(nome do eleitor)
(Eleitor nº  0000 Freg. de ????? - Localidade)
 
Como esta carta foi-me dada pelo blogger com quem falei sobre este assunto, resolvi não lhe alterar uma virgula que fosse.
Pessoalmente acho-o muito boa mas, claro está, um pouco branda cá para o meu feitio.
Cada um poderá e deverá dar-lhe o seu cunho pessoal.
A minha certamente, para além do número de eleitor, vai incluir o meu número de inscrição do centro de emprego da área onde resido, pois acredito que se um dos deputados me der carta branca (e uns trocos por fora) para o representar na Assembleia, tal como ele não farei lá grande coisa, mas bem produzida por um bom cabeleireiro, um bom costureiro e uma boa maquilhadora certamente que pelo menos ajudarei a embelezar a Assembleia.
Claro que também ninguém dará pela troca; raramente os vemos lá.
Na parte da “minha cruz” onde se lê literalmente falando acho que lhes vou dizer que ao colocar umas cruzes no Euromilhões tenho mais chances que este me saia do que acertar num deputado que seja cumpridor.
E como estes senhores que ao fim e ao cabo não passam de nossos funcionários, bem vistas as coisas, tiveram a cara de pau de aceitar um cargo que à partida sabiam não terem capacidade para o desempenhar, cabe-nos a nós tê-los no sítio para lhes exigir as justificações que acharmos por bem.
Por isso pessoal mãos à obra e vamos lá pôr a criadagem na ordem.
Yulunga
P.S. E para além das faltas também lhes poderíamos dar a achega dos deputados que em plena ordem de trabalhos têm a lata para estar refasteladamente a ler jornais, enquanto outros vergonhosamente dormem a sono solto.
Para estes a punição seria a eleição de um Presidente de Assembleia com boa pontaria e munido duma fisga. Para os ressonam apenas umas gramas a mais na pedra a arremessar.
 
 
 
 
 
publicado por yulunga às 03:16
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De Carlos Tavares a 20 de Abril de 2006 às 09:49
Já enviei aos "meus faltosos"... só um pormenor que o blog "Papiro" não nos mostra. Os "faltosos" mencionados correspondem ao PS, PSD e CDS-PP... os "faltosos" do PCP e BE não sugem na lista mas tb os houve neste quadrante político. Enfim, influências políticas que encobrem a realidade dos factos...
De yulunga a 20 de Abril de 2006 às 15:52
Carlitos, pois... de facto nem tinha ainda reparado nesse pormenor. Vamos lá boicotar-lhe o blog? Se fosse outro, ía lá gritar PORTOOOOO e estava o boicote feito ;-)
De pornograffit a 20 de Abril de 2006 às 14:01
De facto existiram inumeros faltosos, mas grande parte tem automáticamente as suas fltas justificadas, pois estavam nas denominadas comissões parlamentares. O número de "meninos" verdadeiramente faltosos é bastante reduzidos, possso afirmar que apenas 10 flataram de facto, sem motivo...
De yulunga a 20 de Abril de 2006 às 15:56
POLITTIKUS. POLITTIKUS... Só 10? Tens assim tanta certeza? Tens pinta de deputado, tens, tens...
De Angie a 20 de Abril de 2006 às 18:56
Boa! De facto, uma ideia muito anglo saxónica, esta da carta.Normalmente sou contra as importações...mas esta está homologada. Cultura cívica, eis o que faz falta. Oportuna, em tempo certo, sem mão na anca. Gosto. Assim dói mais...

Só um pormenor: de facto, os deputados presentes não são apenas os que estão no hemiciclo maior.
Muitos até trabalham, e isso os portugueses tb não sabem. Tal como não sabem se se baldam, com excepção dos casos que merecem parangonas dos jornais.
Resta saber o que aconteceu no dia D.
Não, não defendo os nossos eleitos: só confirmo o modus faciendi (v. o regimento da AR está tb disponível no site parlamento).

Não é de agora que digo: - devia ser obrigatóriio que todos os eleitores assistissem a 1 dia de trabalhos na AR.
É uma experiência inesquecível e dá-nos 1 perspectiva muito interessante da "coisa"...Falo a sério, mesmo: é como ver o filme ou em vez disso assistir à sua rodagem.

PS- Se saiu algum erro, sorry. A letra a cinzento não deixa ver nada do que se escreve...
De yulunga a 23 de Abril de 2006 às 22:15
Angie, ora viva e bem-vinda.
Acredito que alguns até trabalhem na Assembleia; outros até acumulam funções (coitados trabalham a dobrar).
Não sei, se calhar tenho uma idéia errada daquilo que é a função de deputado, mas uma coisa tenho a certeza não é um emprego que se deve levar com leviandade e muito menos em part-time.
Pessoalmente acho que nem deveria ser permitido que acumulassem funções enquanto durasse o mandato; pediam licença sem vencimento. Na impossibilidade desta ser concedida simplesmente não aceitavam o cargo de deputado.
De yulunga a 23 de Abril de 2006 às 22:19
Angie
P.S. Em relação ao cinzento, tens toda a razão. Tentei mudar, mas a única coisa que consegui alterar foi que os comentários (já escritos) passassem de cinza a preto. Na caixa a situação mantém-se . Não está esquecido esse reparo. Prometo alterar, caso seja possível.
De pornograffit a 20 de Abril de 2006 às 21:22
~de deputado, não. inta de quem já foi assessor político...
De yulunga a 23 de Abril de 2006 às 22:21
Polittikus
Mas alguma pinta eu te achava ;-)
Assessor...? Os vícios até se apanham por osmose…
De dreamer a 21 de Abril de 2006 às 13:19
Yulunga
Estou a ver que temos "casa" nova...fazes bem em renovar ...
Quanto aos deputados já lhes dei a minha achega :)

PS: Lá mais para baixo no post das tias está a tua resposta ao meu comentário, mas não o meu original. Estou a ver que estás como eu...a perder o que era comentários...mas porquê, meu Deus? Ok, há coisas piores.
Beijinhos e até breve
Bom fim de semana com muito sol !
Embora dar uma passeata?
:)


De yulunga a 23 de Abril de 2006 às 22:26
Dreamer
Casa nova, mas ainda cheia de caixotes por arrumar. Aos poucos vou colocando os “bibelots” nos lugares mais adequados. O das tias, por acaso não respondi, mas li.
Mas julgo que não perdi nada na migração.

De henrique doria a 23 de Abril de 2006 às 13:42
O país está mal, os deputados vão de ponte. Para quê tanto medíocre na Assembleia da República?
É bom reencontrar-te.
De yulunga a 23 de Abril de 2006 às 22:29
Henrique Dória
Porquê tanto medíocre? Ora aí está uma pergunta que obtém resposta na nossa passividade.
O reencontro teria sido perfeito se tivesse ocorrido no lançamento do teu livro e não aqui no meio de letras apenas :-(

Comentar post


''Yulunga'''
Uploaded by artaba
.mais sobre mim
.Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
.links
.posts recentes

. São precisos dois para da...

. O meu MP3 (VIII) – Jaílza

. Músicas de outros tempos ...

. Boas entradas em 2010

. Happy Christmas

. Ah pois! Quem pode, pode....

. 1º de Dezembro de 1640

. Gripe A (H1N1) - Sem abra...

. A justiça portuguesa está...

. SOS Criança

.arquivos
.tags

. 25 de abril(1)

. ajudar não custa(7)

. chocolate(3)

. coisas de mulheres(6)

. convidava para um café(3)

. desemprego(1)

. dicas para eles(2)

. dona de casa desesperada(1)

. erotismo(3)

. especial elas(1)

. especial eles(1)

. frases com resmas de piada(1)

. gripe suina(1)

. humor(4)

. justiça(1)

. lisboa(1)

. música(1)

. natureza(1)

. o meu mp3(8)

. política(4)

. sinto-me assim...(3)

. sobre mim(1)

. sociedade(4)

. sos criança sinais dos tempos(1)

. tango(1)

. termos que estão na moda "perontus"(1)

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds