My Causes

Gostava de conhecer

Fernando Nobre - Patch Adams - Sebastião Salgado - Steve McCurry


Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2005
Gaffes em Tribunais
images.jpg

TRIBUNAIS e GAFFES
Simplesmente soberbas!!!

Regalem-se com algumas gaffes cometidas em Tribunais…
São retiradas do livro “Desordem no Tribunal”.
São coisas que as pessoas disseram, e que foram transcritas textualmente pelos taquígrafos, que tiveram que permanecer impávidos enquanto estes diálogos realmente aconteciam à sua frente…

Pergunta: Essa doença, a miastenia gravis, afecta a sua memória?
Resposta: Sim.
Pergunta: E de que modo é que ela afecta a sua memória?
Resposta: Bom, eu esqueço-me das coisas.
Pergunta: Você esquece-se!!! Pode dar-nos um exemplo de algo que você se tenha esquecido?

P: Que idade tem o seu filho?
R: 38 ou 35, não me lembro ao certo…
P: Há quanto tempo é que ele mora com você?
R: Há 45 anos.

P: Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou naquela manhã?
R: Disse, “Onde é que estou, Beta?”
P: E porque é que você se aborreceu com isso?
R: Porque o meu nome é Célia.

P: O se filho mais novo, o de 20 anos…
R: Sim.
P: Que idade é que ele tem?

P: Então a data da concepção do seu bebé foi a 8 de Agosto?
R: Foi sim.
P: E o que é que você estava a fazer nesse dia?

P: Ela tinha três filhos, certo?
R: Certo.
P: Quantos eram rapazes?
R: Nenhum.
P: E quantos eram meninas?

P: Poderia descrever o suspeito?
R: Ele tinha estatura média e usava barba.
P: Era um homem ou uma mulher?

P: Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas mortas?
R: Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas…

P: Aqui no Tribunal, para cada pergunta que eu lhe fizer, a sua resposta deve ser oral, entendido?
R: Sim, meretíssimo.
P: Que escola é que o senhor frequentou?
R: Oral.

P: Doutor, o senhor lembra-se da hora em que começou a examinar o corpo da vítima?
R: Sim, a autópsia começou às 20:30.
P: E o Sr. Décio já estava morto a essa hora?
R: Não?! Ele estava sentado na maca, e perguntava porque é que eu estava a autopsiá-lo.

P: O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?

P: Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor confirmou o pulso da vítima?
R: Não.
P: O senhor viu-lhe a tensão arterial?
R: Não.
O senhor viu-lhe a respiração?
R: Não.
P: Bom, então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?
R: Não, é impossível.
P: Como é que o senhor pode ter essa certeza?
R: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.
P: Mesmo assim, não podia acontecer que ele ainda estivesse vivo?
R: Sim, é possível que estivesse vivo e exercendo Direito!!!

Fonte: Email

Yulunga






publicado por yulunga às 13:42
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 18:29
...não conhecia ainda, embora como se disse mais acima circule na net. Mas ri-me...que é uma coisa que gosto de fazer. A justiça...a justiça é cega! Ou pelo menos ataram-lhe um lenço aos olhos...O que gosto mais na "justiça à portuguesa", são as ferias judiciais solarengas e as chuvadas de recursos (para não falar das primaveras de droga nas prisões... Intés!!porquinho da india
</a>
(mailto:baconfrancis@netcabo.pt)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 15:52
A última é a minha preferida! A Montellano
(http://chezmontellano.blogspot.com)
(mailto:s_montellano@hotmail.com)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 15:30
Outra gaffe: A Justiça é cega, excepto em Portugal onde de quando em vez abre o olho e sempre aos mesmos.
Gostei é de morrer de riso.Barão da Tróia
(http://barao_da_troia.blogspot.com)
(mailto:baraodatroia@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 14:07
DonBadalo, será? E o que deveria ser a Justiça senão lógica? Uma lógica linear. Mas com as voltas que se lhe consegue dar perde a lógica e perde todo o significado yulunga
(http://yulunga.blogs.sapo.pt)
(mailto:yulunga1@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 14:07
DonBadalo, será? E o que deveria ser a Justiça senão lógica? Uma lógica linear. Mas com as voltas que se lhe consegue perde a lógica e perde todo o significadoyulunga
(http://yulunga.blogs.sapo.pt)
(mailto:yulunga1@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 12:52
a Justiça tem razões que a Lógica desconhece...
DonBadalo
(http://oblogdalibelua.blogs.sapo.pt)
(mailto:DonBadalo@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 08:47
Os tribunais portugueses no seu melhor...pdivulg
(http://lacosazuis.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdivulg@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Fevereiro de 2005 às 07:50
:))))))))) oi yulunga, gaffes ou n deu pa rir...lololllllll...adoro rir :))))xinhuuuuuuuuus pa tu da lualuasol
(http://luamizade.blogs.sapo.pt)
(mailto:juxana@clix.pt)
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 22:45
O humor e as gaffes!Sintonia entre as gaffes e o humor..É como tu dizes Yulunga, rir faz bem.Agostinho
(http://arteagostinho.blogs.sapo.pt)
(mailto:ag_silva@hotmail.com)
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2005 às 22:38
é só gaffes :DClaudio
(http://www.ocidentalpraialusitana.blogspot.com)
(mailto:caocordilolsc@hotmail.com)

Comentar post


''Yulunga'''
Uploaded by artaba
.mais sobre mim
.Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
.links
.posts recentes

. São precisos dois para da...

. O meu MP3 (VIII) – Jaílza

. Músicas de outros tempos ...

. Boas entradas em 2010

. Happy Christmas

. Ah pois! Quem pode, pode....

. 1º de Dezembro de 1640

. Gripe A (H1N1) - Sem abra...

. A justiça portuguesa está...

. SOS Criança

.arquivos
.tags

. 25 de abril(1)

. ajudar não custa(7)

. chocolate(3)

. coisas de mulheres(6)

. convidava para um café(3)

. desemprego(1)

. dicas para eles(2)

. dona de casa desesperada(1)

. erotismo(3)

. especial elas(1)

. especial eles(1)

. frases com resmas de piada(1)

. gripe suina(1)

. humor(4)

. justiça(1)

. lisboa(1)

. música(1)

. natureza(1)

. o meu mp3(8)

. política(4)

. sinto-me assim...(3)

. sobre mim(1)

. sociedade(4)

. sos criança sinais dos tempos(1)

. tango(1)

. termos que estão na moda "perontus"(1)

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds